• Desisto



    Tá, confesso que você talvez seja uma obra de arte e que você parece uma uma estrela cadente iluminando a escuridão, mas acontece que finalmente chegamos na parte onde eu evitava chegar durante todo esse tempo. Foi complicado, às vezes eu tentava me convencer de não fazer isso por mais que eu soubesse que essa era a melhor opção, só que agora eu me deixei levar pela razão e desisti de você mesmo achando que algum dia ainda poderíamos dar certo. Mas se você quer saber, essa não foi a pior parte, a pior parte é saber que você sabe o quanto isso foi difícil pra mim.

    Eu fingia que nada estava acontecendo e você parecia fingir também, só que eu não me sinto mais forte o suficiente para sustentar isso como se estivesse tudo bem. Sustentei enquanto pude, fui forte, determinado e enfrentei cada situação que nos colocou numa caminhada cheia de altos e baixos, é por isso eu desisti de você, porque eu não aguentava mais sentir o cansaço dessa guerra que nunca acaba. E depois de todo esse tempo lutando, eu ainda não me encontro no seu dia-a-dia, nem muito menos consigo achar o meu lugar no meio de tantas pessoas que embarcam e desembarcam nessa montanha-russa que você chama de vida.

    Aliás, não pense que eu estou querendo julgar suas atitudes, até por que, quem sou eu para fazer isso? Mas também não me peça para entendê-las por que eu sinceramente não consigo. Mesmo sabendo que não existiam mais razões pra continuar nesse chove-não-molha, eu não queria abrir mão. Na maioria das vezes, desistir está relacionado à perder alguma coisa, e eu definitivamente não aceitava a possibilidade de te perder, gostava de acreditar que era só uma fase e que no fim da noite você estaria mais uma vez deitado do meu lado fazendo cafuné no meu cabelo e me dando beijos que vão do pescoço até o ombro. Por conta disso que eu precisei quebrar a cara várias vezes antes tomar a coragem e seguir o caminho da desistência.

    Não me odeie por desistir de nós, muito menos me chame de fraco, eu fui forte o suficiente para lidar com isso e aceitar que esse é o melhor a ser feito antes que nos machuquemos ainda mais. Eu estou cansado, debilitado e sei que o que eu sinto por você poderá não sobreviver depois de tudo isso, mas calma que esses sentimentos ainda não morreram, só que eles sussurram pedindo um pouco de calma e descanso – e eu resolvi atendê-los. Não vale a pena tentar ficar junto só porque o amor ainda tem esperança, já que ele é um danadinho que sempre fará de tudo pra manter viva a vontade de ser mais forte e lutar para reconstruir o que não parece mais ter jeito.

    Eu não posso te amar hoje e muito menos posso te amar amanhã, por isso, fechar as portas agora talvez não custe a nossa amizade e ainda mantenha vivo um sentimento de felicidade por ver você sorrir (seja com quem for) todos os dias. Aliás, o que eu mais queria era ter coragem o suficiente de te pedir para não desistir da gente como eu estou desistindo, para tentar fazer o nosso nós permanecer firme e de pé, só que eu não tenho e a única coisa que me resta desse segundo round é sair de cena para mais uma vez tentar não olhar mais para trás. Só não pense que eu desisti por falta de amor, muito pelo contrário, foi por amar você demais que eu lutei até o fim e quem sabe até lutaria de novo, porém, você nunca iria ver isso a tempo de lutar ao meu lado.