• É paixão, mas eu nem sei o seu nome



    Era domingo à noite quando esbarrei com ele pela primeira vez. Senti um leve arrepio que foi da minha nuca até o final das minhas costas, achei que seria pelo fato d'Eu estar em baixo da saída de ar, mas não tinha nada a ver com isso. Eu sei que às vezes é difícil alguém se destacar, ainda mais no meio da multidão que lotava aquela casa de show, mas ele não precisou fazer nada além de me olhar com um sorriso largo e sincero estampado no rosto.

    Nos olhamos por alguns segundos e, definitivamente, ele tinha algo de diferente que eu ainda não sabia dizer o que era. A minha vontade era de chegar nele e perguntar Ei, de onde você saiu? De que filme? Trouxe o final feliz junto? mas tudo o que eu conseguia fazer era retribuir os olhares e os sorrisos, até que a voz da pessoa que nos motivou à estar ali naquele lugar naquele momento começou a ecoar pelos quatro cantos.

    Droga! Estávamos distraídos cantando, pulando e dançando. Achei que nunca mais teríamos um momento igual ao que tivemos, mas aí a sexta música começou e ele olhou pra trás por cima do ombro. Antes de ver o sol eu prefiro escutar a sua voz ele disse olhando nos meus olhos. Por que ele fez isso comigo? Eu já nem sabia mais o que estava acontecendo ao meu redor, mas isso não importava por que ele sorriu de novo. Tenho mais uma vez vontade de fazer as minhas perguntas, mas nos distraímos com a sétima música.

    O show acabou e tudo que eu conseguia ver eram seus olhos brilhando, mas a multidão veio e levou ele para longe. Fui embora sem saber o nome dele e dentro do uber voltando pra casa eu rezava para que, entre minhas idas e vindas por essa cidade, eu esbarre com ele novamente em uma sessão aleatória de cinema ou quem sabe até na festa de algum dos meus amigos pra eu ter certeza absoluta de que o mundo é realmente muito pequeno.

    Com a cabeça já deitada no travesseiro, senti vergonha pela minha falta de coragem de ter ido perguntar qual era o seu nome. Ainda não sei como isso aconteceu, mas ele abriu um buraco em meu coração e eu não vou parar de procurar até ter essa pessoa em meus braços, por que uma parte de mim acredita que ele seja o amor da minha vida, e se realmente for, nunca vou me perdoar por ter deixado isso escapar das minhas mãos.