• Fogo e água




    Sabe quando encontramos aquela pessoa que tem todos os defeitos e qualidades pra foder com a nossa vida da forma mais dolorosa possível mas, mesmo sabendo disso, nos entregamos de corpo e alma? Então, essa pessoa com absoluta certeza é você. Fogo e água, é isso que somos e sempre seremos, não há outro termo melhor para definir nós dois nem quem mude isso.

    Passei meses incríveis ao seu lado, confesso, e eu sou muito grato por você ter tentado deixar o meu fogo se afogar na imensidade de seu mar, mas infelizmente esse mar se tornou uma pequena poça d’água que tomou conta de toda a sua mente, e isso te levou para um lugar distante que até hoje eu não sei como chegar então, por favor, me envie um cartão postal antes que eu enlouqueça e arranque os meus cabelos.

    Ah seu mentiroso… Dizia tanto gostar do fogo mas assim que primeira brasa chegou perto, você ficou assustado e com medo de se queimar, e isso até que foi bom, serviu para me mostrar que nem tudo estava sendo recíproco e que só um lado estava disposto a se arriscar. Aliás, se uma brasa te assustou, como é que você pretendia encarar o incêndio que estava por vir?

    No fim, o pior de tudo é que você está presente em cada palavra que eu escrevo desde aquele dia no começo da primavera e, por mais que eu tente, não consigo sentir raiva de você por conta disso. Da sua zona de conforto, você clamava pela minha atenção em tempo integral e agora que a tem, é uma pena ver que o seu medo de se queimar tenha o impedido de aproveitar tal coisa.

    Procurei por uma lista de antônimos e nossos nomes estavam em primeiro lugar, o que é engraçado, por que na lista de sinônimos também ocupamos a mesma posição. Nós somos diferentemente iguais, tipo um quebra-cabeça perfeitamente imperfeito, e apesar de você ter transformado o meu fogo em água sólida, eu não mudaria nada.