• Renascimento



    Já dizia Selena Gomez: "Isso não vai demorar muito tempo, você vai ver, mas eu só estou tentando chegar em quem eu sou" e bingo!, eu cheguei. É estranho dar um delete em tudo e recomeçar do zero, mas eu não me reconhecia quando olhava para trás. Foram tantos "hey guys" sem transparecer o que eu queria e tantos textos que não diziam nem um terço do que eu queria dizer, mas agora chega!

    Ultimamente eu tenho me sentido como se tivesse despertado — e não falo isso por que completei 18 anos. Pobre coitado do meu antigo eu, sempre tão sorridente e nem aí pra nada enquanto no fundo se preocupava com o número de likes ou views. Mas mal sabia eu que um dia essa preocupação me faria desacreditar de mim, desacreditar do meu potencial.

    Estar nesse mundo da internet pode ser bem difícil quando você se deixa levar por status, e eu me deixei. Me importava mais em fazer posts para os outros do que posts para mim, queria views e mais views fazendo o que é comum, mas eu não sou comum, e agora eu quero te fazer a mesma pergunta que me fez repensar em todo esse primeiro ano de Its Firmino: como agradarei aos outros sem antes me agradar?

    Um ano atrás eu decidi iniciar esse projeto, e por mais que eu dissesse que não, a ambição de ganhar fama através dele as vezes falava mais alto que o amor pela escrita. Não que tenha sido um ano jogado fora, mas só agora sinto as correntes que me prendiam aos padrões do que faz sucesso na internet caindo, me sinto de bem comigo mesmo, e após estar sob uma auto restauração posso dizer (com toda certeza do mundo) de que me tornei a minha própria salvação.

    Nunca pensei que duraria tanto tempo com o blog, achei que seria só mais uma distração que eu largaria no terceiro mês (no máximo) pelo caminho, mas cá estou eu vivendo, aprendendo e com vontade de dizer cada vez mais pro Renan de um ano atrás pra ele não se deixar levar pelo status, mas como isso é impossível, deixa eu dizer pra você que está lendo: não se deixe levar por status, não deixe likes e views definirem quem você é, você tem uma luz própria aí dentro, então deixe-a brilhar.

    É pra valer, esse sou eu e agora é a minha hora de sair do casulo e ser uma borboleta que não tem medo de perder. De agora em diante vai ser menos 'e se' e mais 'eu vou', menos 'vou tentar' e mais 'vou conseguir', menos 'Firmino' e mais 'Rodrigues', pois o que eu aprendi é vital e se eu cair, pode ter certeza que me levantarei por que esse é o meu tempo de me realizar, de ser honesto comigo mesmo... Esse é o meu renascimento — e eu sou totalmente grato por isso.