• Meu futuro próximo erro




    Meu caro futuro próximo erro, isso, é assim que eu vou te chamar, já que não faço a mínima ideia de qual é o seu nome, e muito menos como você é fisicamente. Não sei se você curte os mesmos artistas que eu, se você aprova o meu egocentrismo leonino, se você é fã de uma vodca bem gelada e se você também tem um medo bem bizarro, tipo o meu. Hoje, madrugada de 21 de setembro de 2016, eu não sei de nenhuma dessas coisas, o que eu sei é que você me conquistou e estamos juntos e que, para chegarmos na fase d'eu admitir que fui conquistado, eu realmente devo gostar muito de você.

    Vai ser um prazer enorme quando eu te conhecer da maneira mais inusitada e te perguntar olhando nos seus olhos por onde você esteve durante todo esse tempo em que senti uma tremenda falta do carinho de alguém que me conquistasse na medida certa, mas agora, nem que seja por um breve instante, eu vou deixar o nosso futuro incerto um pouco de lado e ser bem direto no que tenho pra te falar — por que, pelo menos pra mim, falar sem te conhecer fica muito mais fácil.

    Não sou de exigir muita coisa quando se trata de relacionamentos, mas por favor, me deixa exigir pela sua amizade antes do seu amor. Sim, eu quero ser seu amigo, eu quero todos os dias te perguntar como foi o seu dia e o que você fez de bom. Além da sua amizade, eu gostaria de exigir pelo seu companheirismo, mas não aquele de todas as horas, até por que, eu não suportaria ter um companheiro todas as horas do dia no meu pé, mas independente disso, ainda quero que esteja do meu lado quando o nós acabar e, se você for o oposto de tudo isso mas mesmo assim ter conseguido me conquistar, não se preocupe, eu continuo sabendo como fazer caras maus serem bonzinhos por um fim de semana.

    Vou descobrir do que você gosta e só aí vou poder te mostrar todas as coisas incríveis que tenho guardadas dentro de mim, mas, outra exigência que não posso deixar de fazer é que você não zombe do meu ciúme um tanto possessivo, isso só a forma que encontrei para exibir toda a minha insegurança pra você. Se espera encontrar um romance mela-cueca tipo aqueles que podemos ver em livros do John Green ou Nicholas Sparks, por favor, pule para o próximo player, por que aqui você vai encontrar apenas um maldito pesadelo fantasiado de um belo sonho e só cabe a você decidir se vai se jogar de cabeça sem medo de ir atrás de uma alegria compartilhada ou se vai aproximar-se cautelosamente como se fosse uma criança à beira da piscina.

    A questão principal é: será que vai durar para sempre ou será que vai acabar na primeira vez em que ambos estiverem de cabeça quente? E se acabar, será que isso tudo vai te deixar sem fôlego ou com uma cicatriz horrível cravada em seu peito? Somos apenas dois jovens imprudentes que podem levar isso longe demais, então por favor meu caro futuro próximo erro, se esforce para fazer os momentos bons serem maiores do que todas as dores que provavelmente causaremos um ao outro, mas se esforce mesmo, se esforce com vontade, por que na minha longa lista de exs-namorados ainda tem um espaço em branco e eu, que devo te amar pra cacete, não quero escrever seu nome nele.